terça-feira, outubro 27, 2009

Leituras de Outono I


Kundera nunca me desilude e os seus livros são sempre uma composição melodiosa de personagens e situações. Um complexo de palavras que me faz desejar que as páginas não terminem e que o prazer de ler se prolongue no tempo.

Há muito que não ia buscar um livro à biblioteca. Já quase que me esquecia de como é bom passar a mão pelas lombadas dos livros e percorrer todas aquelas prateleiras cheias de vidas, emoções e mundos inteiros por descobrir.

Prometo a mim mesma passar por lá mais vezes.

2 comentários:

Carlos Lopes disse...

Nunca desilude! E este é o livro que mais gosto do Kundera! Excelente blog. Parabéns.

A.M. disse...

Agradeço o elogio ao blog. Espero que continue a passar por cá.*